fbpx
Buscar
  • Academias
  • Artesanato
  • Assistência técnica de celulares
  • Assistência técnica de computadores
  • Autônomo
  • Açougue/Casa de Carne
  • Bar
  • Barbearia
  • Bazar
  • Beleza
  • Boates
  • Camelô
  • Canal do YouTube
  • Celulares
  • Churrascaria
  • Cinema
  • Clínica
  • Coaching
  • Comercio de Bebidas
  • Compras
  • Concessionária
  • Confeitaria
  • Construção
  • Creche
  • Designer
  • Escola
  • Escola de Artes
  • Escola de Dança
  • Escola de Música
  • Escola de pole dance
  • Escola de teatro
  • Farmácia
  • Fast Food
  • Feira
  • Fotografia e filmagem
  • Galerias
  • Guia turístico Passeio e lazer
  • Hospital
  • Hoteis
  • Imóveis
  • Influencer Digital
  • Informática
  • Jurídico e Contábil
  • Locais
  • Loja
  • Lojas no Brasil
  • Lojas no Paraguay
  • Manicure
  • Massagem
  • Mecânica
  • Mercado
  • Moda
  • Móveis
  • Oficina
  • Onde se divertir
  • Panificadora
  • Pastelaria
  • Pet Shop
  • Pinturas e artes
  • Prestadores de serviços do lar
  • Programa de Entrevistas
  • Programas de TV
  • Projetos
  • Restaurantes
  • Revendedores e representantes
  • Roupas e acessórios
  • Salão de Beleza
  • Saúde
  • Saúde e Emergência
  • Serviços
  • Shopping
  • Sorveteria
  • Supermercado
  • Tecnologia
  • Tendas
  • Turismo
em

Começa julgamento de militar acusado de matar irmãos no Village Campestre, em Maceió

adolescente VCkQ

Deixe um comentário

Cabo Johnerson responde também pela morte do pedreiro Reinaldo da Silva, que foi baleado enquanto passava pelo local do crime. Militar acusado de matar irmãos deficientes vai a julgamento
Começou, na manhã desta quinta-feira (25), o julgamento do cabo da Polícia Militar Johnerson Simões Marcelino. Ele é acusado na morte dos irmãos Josivaldo Ferreira Aleixo e Josenildo Ferreira Aleixo, mortos em 2016 no Conjunto Village Campestre II, na Cidade Universitária, em Maceió, durante abordagem policial.
Segundo a versão dos PMs que participaram da ocorrência, os irmãos reagiram e houve troca de tiros, que terminou com a morte dos dois. Durante o confronto, o pedreiro Reinaldo da Silva Ferreira, que passava pelo local, foi baleado e também morreu.
A 9ª Vara Criminal da Capital decretou a prisão preventiva do cabo em 2017. À época, o Ministério Público Estadual alegou que o crime foi praticado por motivo torpe e sem a chance de defesa das vítimas.
Além de Jonherson, o soldado Jailson Stallaiken Costa Lima, que trabalhava com o cabo no dia do crime, foi acusado de fraude processual, já que teria auxiliado o superior a colocar armas e munições entre os pertences das vítimas para forjar uma reação armada.
Réu é acusado de matar pedreiro e irmãos deficientes
Segundo a denúncia, no dia do crime o cabo Jonherson integrava uma guarnição e fazia uma patrulha de rotina pelo Benedito Bentes, quando recebeu a informação que dois assaltantes estavam agindo no Conjunto Village Campestre II.
Ao chegar ao local informado, junto aos outros PMs, o denunciado abordou os dois irmãos e, a partir daí, teria ocorrido “uma série de ações desastrosas que culminaram nos homicídios”.
Na ação, a promotoria relatou que depoimentos de testemunhas confirmaram que dois militares da guarnição iniciaram revistas de forma bastante agressiva, e que uma das vítimas, Josivaldo, foi agredido pelos PMs, o que causou revolta em Josenildo, que tentou defender o irmão, sendo baleado pelo cabo Johnerson.
Veja os vídeos mais recentes do g1 AL
Confirma mais notícias da região em g1 AL

Generated by Feedzy